Obrigado a Julio Marchi pelo espaço cedido na MSX All
 

MSX Font Editor

  Manual do MSX Font Editor
  O programa foi escrito na linguagem Java e pode rodar em diversas plataformas com o mesmo arquivo executável. Para isso, abra uma janela de comandos no seu sistema operacional e digite:

java -jar mfe.jar

  Ao abrir a janela principal, o usuário tem a disposição um alfabeto vazio.
  A área da fonte é a área que exibe todos os 256 caracteres de uma fonte, e está localizada à esquerda da janela do programa. A área ao lado é a área de edição de caracteres, com um grid de de 8x8 pixels, e que serve para criar ou modificar um determinado caractere.

 

  Ao clicar na área da fonte sobre um espaço de caractere, ele passa a estar selecionado, alterando a cor de fundo dele para azul e o valor do espaço "Selected character" (vide figura acima). Ao clicar sobre o mesmo caractere, a seleção é removida e nenhum caractere estará selecionado.
  Nesse editor, é necessário selecionar um caractere para que ele possa ser copiado para a área de edição de caracteres ou ser atualizado. Para copiar o caractere selecionado para a área de edição de caracteres, deve-se clicar sobre o botão ">>". Para atualizar o caractere selecionado, clica-se no botão "<<".
  A modificação de um pixel do caractere editado é feita clicando-se sobre ele. O valor do pixel é sempre invertido nessa operação.

  A edição de caracteres possui as seguintes opções de transformação:

  • Desfazer: desfaz a última operação.
  • Refazer: refaz a última operação.
  • Bold: modifica o caractere para negrito.
  • Italic: modifica o caractere para itálico.
  • Inverter: inverte todos os pixels do caractere.
  • Apagar: apaga todos os pixels do caractere.
  • Espelhar verticalmente: espelha o caractere verticalmente.
  • Espelhar horizontalmente: espelha o caractere horizontalmente.
  • Rotacionar: rotaciona o caractere em 90 graus no setido horário.

  É possível aplicar qualquer uma dessas operações a todos os caracteres da fonte. Para isso, deixe o botão "ALL" pressionado. Esse botão modifica o alvo das operações.

  Com a fonte vazia, basta ir selecionando os espaço da fonte, criar o caracteres e copiar para lá.
  Para carregar uma ou várias fontes, primeiro coloque-as no mesmo diretório. Depois clique em "Abrir" e selecione quais fontes deseja abrir.
  Para escolher a fonte ativa, utilize o "browser" localizado abaixo da área da fonte.
  O botão "Salvar" salva a fonte atual.

  Obs: o arquivo no formato ".alf" é um dump da tabela de caracteres do MSX. Na screen 0, pode ser obtido através do comando:

BSAVE"MSX.ALF",&H800,&HFFF,S

  A tabela é a mesma para as screens 0 e 1, mas o endereço delas na memória de vídeo é diferente. A entrada da tabela de caracteres na screen 1 é a posição 0.


  Mosaicos

  A técnica de mosaicagem permite a formação de figuras nas screens 0 e 1 utilizando blocos de 6x8 ou 8x8 pixels. Esse recurso já existia no aplicativo de MSX Graphos III, mas poucos o conheciam.
  Uma das últimas versões do programa "autoexec.bas" da Riosoft também utilizava o recurso de mosaicagem para criar o logo da empresa na screen 0.
  O tamanho do desenho é limitado, pois permite utilizar até 256 blocos, que é o tamanho da tabela ASCII do MSX.

 

  O MSX Font Editor permite a importação de imagens monocromáticas (preto e branco) do PC para convertê-las em mosaicos. Além de cortar os blocos e enviá-los para a tabela de caracteres, o programa permite exportar um código em Basic para desenhar a figura no MSX.

 

  Opções do editor de mosaicos:

  • Abrir - abre um arquivo de imagem do PC. Deve ser preto e branco, conforme visto na imagem acima.
  • Mosaic mode - criar o mosaico para a screen 0, com blocos de 6x8 ou screen 1, com blocos de 8x8.
  • Start at - posição inicial da tabela de ASCII que começa o desenho.
  • Salvar - salva um programa em Basic do MSX para ler o mosaico do arquivo de alfabeto ou contendo o mosaico no código.
  • Mosaic - cria o mosaico na fonte atual do editor de fontes, a partir da posição indicada.

  O programa permite salvar um arquivo em Basic para desenhar o mosaico na tela do MSX. Existem dois tipos de arquivo: um que incorpora os dados do desenho no programa e outro que não. O que não inclui os dados do desenho irá carregar esses dados a partir de uma fonte. Assim, é necessário exportar o desenho para a fonte corrente e salvá-la.
  No caso do arquivo Basic chamar os dados de uma fonte, é necessário editá-lo e modificar o nome genérico para o nome da fonte criada.

  É possível fechar o editor de mosaicos e voltar para ele sem alterar seu conteúdo dele, para, por exemplo, desfazer uma exportação de desenho. Para desfazer uma ação na fonte, utilize a opção "Undo" com a opção "ALL" pressionada.


Marcelo Teixeira Silveira
Engenheiro de Sistemas e Computação - UERJ
Mestre em Engenharia de Computação - UERJ

© MarMSX 1999-2020